Postado em:
22 maio, 2013

Por que os cachorros fedem tanto quando ficam molhados?

A gente não quer te assustar, mas a resposta é meio nojenta: o “cheiro de cachorro molhado” é o resultado de uma reação química da água com algumas secreções malcheirosas produzidas pelos cães. A pior delas é produzida perto do… é… veja no infográfico, ok? “Quando eles se molham, essas secreções se diluem pelo corpo. Quando elas evaporam, nossas narinas entram em contato com o odor desagradável”, afirma o veterinário Gelson Genaro, especialista em fisiologia e comportamento animal. Além dessa, existem também outras razões para a fedentina. “Os cachorros possuem muitos fungos e bactérias na pele. Se depois do banho eles ficam com o pêlo úmido, pode haver uma predisposição a infecções que provocam cheiro ruim”, diz a veterinária paulista Ângela Velloso Braga Yazbek. Por isso, vale o conselho: para evitar que o animal fique com um odor barra-pesada, é preciso secar bem o pêlo com a toalha e, em seguida, com o secador – com cuidado para não queimar o bichinho…

Tirinha Gordo Fresco: Por que os cachorros fedem tanto quando ficam molhados?

Cheiro cu-ri-o-so! Glândulas perto do * soltam líquido que gera o odor

1. Os cachorros possuem glândulas em certas partes do corpo – como a ad-anal, perto do ânus, que liberam uma secreção gordurosa e fedorenta para marcar o território do animal

2. Quando os cachorros são molhados, a água se mistura a essas secreções, diluindo-as e espalhando-as em outras partes do corpo

3. Se o cachorro não for bem seco, a água, ao evaporar, leva consigo moléculas das secreções. É o que nossas narinas reconhecem como cheiro de cachorro molhado


Seja o primeiro a comentar em Por que os cachorros fedem tanto quando ficam molhados?

Deixe seu comentário: