Postado em:
05 fev, 2014

10 lugares com maior risco de sequestro no mundo!

Momentos de tensão. Sim, ser sequestrado é algo extremamente possível, principalmente em países onde a criminalidade corre solta. Nem é preciso ser muito rico ou algum tipo de celebridade para que isso ocorra: existem sequestros que não têm como objetivo ganhar grana em troca da vítima, apenas notoriedade política. Esse é o caso do Paquistão, onde terroristas podem fazer o diabo com você, até amarrar umas bombas em seu corpo e ameaçar explodir você, e ainda filmar tudo. Parece cena de ficção, mas não é. Conheça quais são os 10 lugares com maior risco de sequestro no mundo:

10. Paquistão

karachi-paramilitares-paquistao-afp-20101020-700v500

No Paquistão existem uma série de grupos radicais que têm como alvo estrangeiros. Sequestrá-los é uma maneira de chamar atenção para sua causa política, especialmente em lugares onde a lei não vigora. A situação é tão grave, que até os médicos abandonaram seus postos e declararam greves, devido à onda de sequestros. No país, são registrados 100 casos todos os anos.

9. Filipinas

filipinos-usam-armas-de-brinquedo-para-simbolizar-preocupacao-com-a-violencia-no-pais-nesta-sexta-feira-30-durante-uma-marcha-para-pedir-ao-governo-que-apoie-o-tratado-internacional-sobre-comercio-de-1333089704944_956x500

Nas Filipinas são registrados 150 sequestros por ano, em média. Os principais alvos também são estrangeiros. Só que o sequestro não é o único problema desse país. Por lá também existem questões graves envolvendo violência de gênero e sexual. Só em 2012 foram relatados 12 mil casos, sem contar os que ficaram desconhecidos no silêncio de suas vítimas. Quanto menos controle social e político, mais violência e caos atormentam a população. Terá de viajar as Filipinas? Não vá sozinho (especialmente se for mulher) e faça um seguro porreta!

8. Colômbia

020612_farcep

Apesar de o governo colombiano ter conseguido diminuir consideravelmente os casos de sequestros no país, os índices ainda são bem altos. Todo ano 160 casos são registrados, em média. O perigo ainda se encontra no tráfico e, especialmente, nas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), organização comunista de guerrilha, considerada terrorista pelo governo colombiano. Segundo recente pesquisa do Centro de Memória Histórica, em Bogotá, as FARC foram responsáveis por 37% sequestros nos últimos 30 anos. Felizmente, o grupo parece ter renunciado, em 2012, a esse tipo de ação para fins de extorsão econômica. Oremos!

7. Haiti

12324

A colônia que primeiro conquistou a liberdade dos negros, responsável por uma revolução na história dos africanos no novo mundo, não  conseguiu, infelizmente, até hoje, um equilíbrio econômico, político e social. E depois do terremoto que arrasou a ilha, em 2010, o caos tomou conta do Haiti. Isso refletiu, obviamente, numa onda de sequestros da elite haitiana. Felizmente, após ações com tropas de paz da ONU, com a forte atuação de militares brasileiros no país, a violência tem diminuido. No entanto, lá ainda é um lugar arriscado de se passar férias, pois 200 casos de sequestros são registrados anualmente, em média.

6. Índia

bombou_sequestro

Na Índia, os moradores locais correm mais risco de serem sequestrados do que estrangeiros, mas ainda assim é preciso ficar atento. Os registros anuais falam em 250 sequestros, em média. Esse vídeo mostra como uma criança de 3 anos foi facilmente sequestrada na maior estação de trem de Bombaim:

5. Golfo de Aden – Oceano Pacífico

marinhaturca1

Você talvez nunca tenha ouvido falar nesse lugar, provavelmente nem pense em passar por ali. Só que o Golfo de Aden é um dos locais com um dos maiores índices de sequestros do mundo. Contudo, o lance ali é sequestrar embarcações, ou seja, trata-se da antiga arte da pirataria. O Golfo fica localizado no norte do Oceano Índico, bem na entrada do Mar Vermelho, entre a costa norte da Somália e a costa sul da península arábica. É um lugar estratégico para o petróleo do Golfo Pérsico e extremamente importante para economia mundial. E onde tem grana, também tem sequestro, claro. Para piorar, sua localização não é das melhores: está perto da Somália, um país de política instável, e do Iémen, que não possui forças de segurança necessárias. Ali são reportados, todos os anos, os sequestros de 250 pessoas, em média.

4. Nigéria

3325881_collomp1-new

Em outubro do ano passado, membros na marinha americana foram sequestrados na costa sul da Nigéria por piratas. Em novembro do mesmo ano, o francês Francis Collomp conseguiu escapar de outro sequestro, depois de passar 11 meses sob poder de um grupo islamita. Esses são apenas alguns casos de estrangeiros vítimas da violência nigeriana. Os índices por lá são bem altos, em média 400 pessoas são sequestradas todos os anos.

3. Brasil

BRAZIL-CRIME-VIOLENCE-RAPE-ARREST

A gente não escapou dessa lista e, pior, estamos entre os três mais perigosos. Por aqui são mais de mil casos por ano! Os brasileiros são as maiores vítimas, mas estrangeiros precisam ficar atentos. Lembremos do caso carioca em que uma francesa foi  brutalmente estuprada por três homens, oito vezes (e de todo jeito), em uma van, enquanto seu namorado, também francês, era torturado e obrigado a assistir.

2. Venezuela

Preocupantes-muestras-violencia-Venezuela_TINIMA20130416_1336_3

O país do falecido Hugo Chávez – que Deus o tenha! -, sofre profundamente com a violência. São 56 homicídios por 100 mil habitantes, a segunda maior taxa do mundo, perdendo apenas para Honduras. Não é de se duvidar que um lugar com altos índices de criminalidade possua também elevado número de sequestros: são mais de 2 mil por ano. E pior, o governo tenta esconder essas estatísticas. A parada é tão séria, que o governo puniu o jornal “El Nacional” por divulgar a real situação da violência na Venezuela.

1. México

MEX: Juarez Drug War

No México o bagulho é mais doido ainda:, são registrados entre 5 mil e 7 mil sequestros todos os anos! Só que os mexicanos estão em maior risco do que os estrangeiros. A Cidade do México e fronteira norte do México com os Estados Unidos são as regiões com maior risco de sequestro. Em 2013, aumentou em 17% o número de casos registrados, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Para se ter uma ideia, é uma média assustadora de 4 casos de sequestros por dia, fora os casos que nem chegam até as autoridades. A parada é tensa por lá.

Quer saber o mais grave disso tudo? Esses dados não representam fielmente o número de casos, já que muitos sequestros não são notificados. Então a quantidade real de sequestros em todo mundo é provavelmente muito maior.


Seja o primeiro a comentar em 10 lugares com maior risco de sequestro no mundo!

Deixe seu comentário: